NEOARQUEO
21 novembro 2005
  São Cosmado - A chave da Identificação?

Há já longos anos que foi encontrada uma Placa Honorifica na aldeia de São Cosmado(Mangualde). Esta placa, em granito, medindo 45cm de altura, 100cm de largura e 23 de espessura, encontra-se sob custódia da Assembleia Distrital de Viseu, em Viseu.
A Placa tem a seguinte inscrição:
C(aius) CAIELIANVS MODES/TVS CASTELLANIS/ARAOCELENSIBUS/ D(ono) D(edit)

Caius Caielianus Modestus Dedicou aos Castelanis Araocelensibus.

(Há autores que defendem outras variantes de leitura).

Basicamente ter-se-á passado o seguinte: um indivíduo chamado Caio Caeiliano Modesto dedicou algo aos habitantes do Castellum de Araocellum, e mandou fazer esta placa que ofereceu.
Os Romanos utilizavam o termo “castellum” para designar povoações construídas em pontos altos.
A importância que esta Lápide tem é o facto da inscrição nos revelar a existência de um povoado-Castellum Araocellum- que poderá, por ventura, ser a Citânia da Raposeira ou mesmo o Monte da Sra do Castelo. Não se sabe. Nas escavações da Citânia da Raposeira nada apareceu que pudesse levantar o véu sobre esta questão. Mas é uma achega preciosa para a identificação dos povos que por estes sítios teriam vivido no sec. II, como diz Alexandre Alves. Não tenho foto com qualidade, segue desenho.
 
<$Comentários$>:
E vocês sempre a gozar com o meu berço, hem... Ora digam lá que S. Cosmado não é terra de grandes achados... E de personalidades. Claro que não estou a falar de mim, que convencidos. Refiro-me a Pedro Álvares Cabral que tinha por lá haveres. Bem pertinho da casa dos meus avós, por sinal. Às tantas foram criados juntos e eu não sei :-)
 
Eu só coloquei este post em nome da CIÊNCIA...
 
Caros
A Placa de facto foi achada em S. Cosmado. Estava a servir de suporte à viga de uma palheira. Leite de Vasconcellos, através de m intermediário, tentou levá-la para o Museu Nacional de Arqueologia, mas não conseguiu. Hoje encontra-se ainda na Assembeia Distrital de Viseu, devendo brevemente regressar a Mangualde.
O facto de aí ter sido encontrada não quer dizer que seja daí? Até porque vestigios romanos naquela zona são desconhecidos.
No entanto temos a Quinta da Igreja a menos de 1km com forte implantação romana.
O Castellum não deveria se situar na Raposeira, mas sim no monte da Sr.ª do Castelo.
Na Raposeira poderia se situar a vila do Caius Gaelianus Modestinus. Pois este individuo tem os três nomes romanos, e como tal tinha um estatuto social elevado. Mas cada vez me inclino mais para a Quinta da Igreja, como o local da villa deste individuo.
Ah ainda a referir o facto de na Raposeira ter aparecido um fragmento de sigillata com o grafit "OCELLI", terá relacionado com "ARAOCELUM"?, visto que o inicio da palavra é desconhecido.
Tudo está em aberto?
 
Ora aí está!!!
 
Sobre a terra da ciencia muito há a dizer. Aguardo novidades quando as houver.
 
Mais uma vez, nunca serão demais os apelos. É URGENTE um local para expor estas nossas " riquezas “. Para muitos será motivo de passeio por terras de Mangualde. Já agora, se em breve virá para Mangualde: Em que condições? Porquê? Onde fica? Por quanto tempo?
 
António, o teu Blogg é um poço de cultura e conhecimentos. O participante, e teu colega nas “artes” da arqueologia, Pedro Nóbrega, também faz sempre uns comentários muito construtivos e que ajudam a desvendar mais do que tu vais colocando nos “posts”.
Estou a gostar cada vez mais de passar por aqui. Hoje á noite, ao reler o artigo com mais concentração, consegui imaginar o Caio Caeiliano Modesto, a oferecer uma jantarada na sua nobre casa e na altura a destapar a dita placa.

Continua em frente que isto faz-nos bem…

Um abraço
 
Cá para mim essa pedra anda há quase 2000 anos a lixar o juizo ao pessoal que a tem encontrado por aì.
Na volta, já deu tanto tombo que nem sequer é da zona.
Tudo pode ter começado num dia em que ia para a Abrunhosa Romana e caiu de uma carroça em fuga. Os homens de Viriato, segundo consta, não davam descanso aos Romanos.
:-)

Continua Tavares. O teu Blog está super.
 
Caro Terreiro
Posso dizer-lhe que ela virá para Mangualde para ficar em melhores condições do que está, a titulo definitivo e para ser exposta.
 
Bem visto!
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial
Espaço para reflexões sobre Património Cultural, Arqueologia, Historia e outras ciências sociais. Gestão e Programação do Património Cultural. Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo deste blog sem o prévio consentimento do webmaster.

A minha fotografia
Nome:

António Tavares. Arqueólogo e Gestor do Património Cultural. Actividade liberal, Arqueoheje e Município de Mangualde.


Arquivo
Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Fevereiro 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Março 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Junho 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Setembro 2009 / Outubro 2009 / Dezembro 2009 / Janeiro 2010 / Abril 2010 / Junho 2010 / Setembro 2010 / Novembro 2010 / Janeiro 2011 / Fevereiro 2011 / Março 2011 / Abril 2011 / Maio 2011 / Junho 2011 / Julho 2011 / Agosto 2011 / Setembro 2011 / Outubro 2011 / Novembro 2011 / Dezembro 2011 / Janeiro 2012 / Abril 2012 / Fevereiro 2013 / Junho 2013 / Abril 2016 /




Site Meter

  • Trio Só Falta a Mãe
  • Memórias de Histórias
  • arte-aberta
  • Rede de Artistas do Arte-Aberta
  • Museu Nacional de Arqueologia
  • Abrunhosa do Mato
  • CRDA
  • Instituto Arqueologia
  • Terreiro
  • O Observatório
  • Domusofia
  • O Mocho
  • ACAB
  • O Grande Livro das Cabras
  • Teoria da conspiração e o dia dia do cidadão
  • O meu cantinho
  • Escola da Abrunhosa
  • O Fornense
  • Um Blog sobre Algodres
  • d'Algodres:história,património e não só!
  • Roda de Pedra
  • Por terras do Rei Wamba
  • Pensar Mangualde
  • BlueShell
  • Olhando da Ribeira
  • Arca da Velha
  • Aqui d'algodres
  • n-assuntos
  • Universidade Sénior Mangualde
  • Rotary Club de Mangualde
  • galeriaaberta
  • Francisco Urbano
  • LONGROIVA
  • Kazuzabar