NEOARQUEO
27 dezembro 2005
  Estação de MANGUALDE

A Estação de Caminhos de Ferro de Mangualde (Cubos) foi durante quase todo o século XX a grande via de acesso à Europa. Foi o ponto de chegada e de partida de praticamente todo o desenvolvimento industrial do Concelho. Devido a esta infarestrutura na cidade e arredores instalaram-se diversas fábricas, pois o escoamento dos produtos estava assim facilmente garantido. O melhor exemplo foi sem dúvida a Citroën. Actualmente, a par do IP 5 (futura A 25) continua a ter um papel central no desenvolvimento desta região e, porque não dizê-lo, de todo o Interior Norte de Portugal.
Agora, como no passado, a estação de Mangualde está ligada ao nosso destino comum que é chegar e partir.
 
<$Comentários$>:
Produtos e pessoas. Foi e é esta Estação testemunha de muitas partidas e regressos. De muitas lágrimas de angústia e de saudade.

Daqui se parte à procura de melhores dias. Aqui se regressa com bolsos cheios de histórias e memórias para contar.
 
Linda foto postal.

Parabens por nos trazer antigas lembrancas.

FELIZ ANO NOVO
 
Linda imagem de Mangualde!
Quando digo que Mangualde já esteve mais perto, não me engano. Agora além dos caminhos-de-ferro temos acessos miseráveis que em nada abonam os sacrifícios dos nossos antepassados... agora, o que temos agora, nada!!!
 
Não sejas tão caustico, Terreiro, temos sim senhor: temos uma estação moderna, com muitas linhas...e muitas outras coisas que a seu tempo publicarei. Eu tenho mais fotos deste género, tenho...
 
Parabéns são fotos como esta, que trazem o perfume e a saudade dos tempos passados....e claro que temos de exigentes pois queremos mais e melhor para a Nossa Terra.... E a Estação não foge à regra
 
Estação de Mangualde...o que dizer???É o espelho da cidade e do concelho, triste, fria, sem evoluir...muitas linhas mas na sua maioria com pouco uso, a não ser a linha da beira alta que transporta materiais e pessoas até à Guarda. Enfim Mangulade é... ... ... Mangualde!!!
 
É bom recordar e ainda melhor dar a conhecer algumas imagens que sempre estarão gravadas nas nossas memórias...
 
Vós que dizeis que a estação está triste e fria, com muitas linhas mas com pouco uso... quantas vezes a usais? quantas vezes prescindeis do usual auto, para a Coimbra ou Lisboa vos deslocardes de Comboio.

Á pois é, sinais dos tempos que ninguém, nem "Mangualde" pode mudar!

Quero ver mais tsfm, parabéns.
 
Obrigado CMatos, este post a ti diz-te muito. Obrigado eu pelo excelente trabalho na foto.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial
Espaço para reflexões sobre Património Cultural, Arqueologia, Historia e outras ciências sociais. Gestão e Programação do Património Cultural. Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo deste blog sem o prévio consentimento do webmaster.

A minha fotografia
Nome:

António Tavares. Arqueólogo e Gestor do Património Cultural. Actividade liberal, Arqueoheje e Município de Mangualde.


Arquivo
Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Fevereiro 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Março 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Junho 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Setembro 2009 / Outubro 2009 / Dezembro 2009 / Janeiro 2010 / Abril 2010 / Junho 2010 / Setembro 2010 / Novembro 2010 / Janeiro 2011 / Fevereiro 2011 / Março 2011 / Abril 2011 / Maio 2011 / Junho 2011 / Julho 2011 / Agosto 2011 / Setembro 2011 / Outubro 2011 / Novembro 2011 / Dezembro 2011 / Janeiro 2012 / Abril 2012 / Fevereiro 2013 / Junho 2013 / Abril 2016 /




Site Meter

  • Trio Só Falta a Mãe
  • Memórias de Histórias
  • arte-aberta
  • Rede de Artistas do Arte-Aberta
  • Museu Nacional de Arqueologia
  • Abrunhosa do Mato
  • CRDA
  • Instituto Arqueologia
  • Terreiro
  • O Observatório
  • Domusofia
  • O Mocho
  • ACAB
  • O Grande Livro das Cabras
  • Teoria da conspiração e o dia dia do cidadão
  • O meu cantinho
  • Escola da Abrunhosa
  • O Fornense
  • Um Blog sobre Algodres
  • d'Algodres:história,património e não só!
  • Roda de Pedra
  • Por terras do Rei Wamba
  • Pensar Mangualde
  • BlueShell
  • Olhando da Ribeira
  • Arca da Velha
  • Aqui d'algodres
  • n-assuntos
  • Universidade Sénior Mangualde
  • Rotary Club de Mangualde
  • galeriaaberta
  • Francisco Urbano
  • LONGROIVA
  • Kazuzabar