NEOARQUEO
15 abril 2007
  Gomes Eanes de Azurara...a "velha" escola



Foi neste edifício que em 1975 me matricularam para, uma vez saído da primária da minha aldeia, Abrunhosa do Mato, iniciar a trajectória de estudos que mais tarde viria a culminar na Universidade de Coimbra.
Neste edifício funcionou a secretaria da Escola Preparatória Gomes Eanes de Azurara. É verdade... e muitos dos meus leitores e comentaristas lembram-se bem desta escola, de pavilhões feita, cobertos com, sei lá...chapa de aglomerado...não sei, telha de cerâmica não era. Muitos dos meus leitores e comentaristas por lá passaram, outros lá foram professores.
Hoje, está assim: abandonada, em degradação, com os vidros das janelas partidos, vítimas de "vandalismo" furtuito. A recuperação do edifício a todos nós honraria. Quem deverá proceder a tal restauro? O proprietário, certamente. Mas, quem é o proprietário? O Estado, personalizado em alguma Secretaria de Estado do Ensino? A Autarquia Local? Não sei, não faço ideia. Mas alguém devia meter mãos à obra.
Fala-se tanto na recuperação de escolas, enquanto espaços físicos!... e esta, não tem a honra de se ver contemplada?
Envergonha Mangualde, que se quer uma cidade limpa: no chão e nas paredes e fachadas arquitectónicas. Este Edifício é Património Cultural da Cidade de Mangualde, do Concelho de Mangualde. É Património de muitas gerações de estudantes que hoje ajudam a construir este país...
Fica um apelo: responsáveis políticos, façam algo...


 
<$Comentários$>:
Caro António

Já há uns tempos que não passava por este lugar cheio de história.

Essa escola deverá estar na situação de tantas outras à espera de um leilãozinho em hasta pública ...

Agora curioso foi ver a imagem do método de construção de Stonehenge.
Lembro-me, aí há 20 anos, de ver um livro com uma foto semelhante com a rampa colocada pelo exterior do circulo, paralelamente a uma das suas tangentes que se ia deslocando em volta do círculo, demolindo-se a rampa de um lado e recontruindo do outro.

Abraço aqui da raia
 
Embora sem ser de Mangualde, junto-me a si neste apelo de recuperacao.

Pelos meus lados tem sido o contrario, tem-se gasto milhares de euros a recuperar escolas, para se fechar logo a seguir. Brevemente voltaram a estar como essa, pois sem uso sera o seu fim, vandalos existem por todo o lado.

Um abraco amigo d'Algodres.
 
Eu frequentei essa escola!

Espero que o teu apelo seja ouvido. Um beijo
BShell
 
Pena é que hoje a ordem é deitar tudo a baixo... a preservação não faz parte do vocabulário, o que é uma pena.

Lembro essa escola com saudade, junto a esse edifício, estavam as salas das disciplinas que mais gostava. Era com muita satisfação que me dirigia para esse cantinho.
 
Dá dó a quem lá andou. A quem por lá passa também...
 
Que bela utilização daria o edificío hoje abandonado. Autarcas de Mangualde levantai-vos da vossa inércia e deixem de pensar que moderno é construir piscinas, deixar que a cidade cresça arquitéctonicamente desordenada e caótica. Aproveitem o que resistiu a fúria do tempo e à incúria dos homens e recuperem para que as pessoas percebam porque é que vivem em Mangualde.
 
esta nunca foi uma verdadeira escola. é certo que fui para lá no ano em que abriu já como provisória e assim ficou.Ainda me lembro da visita do prof. veiga Simão. Nesse ano lá davam aulas o amigo coutinho e a esposa, a dona aurora , mãe do Mário Videira, que já se reformaram. O provisório foi mesmo quase definitivo. foi lá também que dei as primeiras aulas a substituir o professor "Janeca". Mas este edificio nunca foi uma escola a sério. era a secretaria a sala de professores. Completamente diferente de situações como o colegio ou a escolas das carvalhas ou muitas outras das aldeias.De qualquer forma fica feio. Não sei se pertencerá ou não aos bombeiros???? Deve ser reparada claro que sim mas ...não tem condições para grandes instalações
 
Dentro em breve, vais ter novidades no que respeita a este espaço e a estas instalações.
De salientar que actualmente são pertença do Ministério.

Abraços
 
olha parece qeu alguém já decidiu...
foi-se
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial
Espaço para reflexões sobre Património Cultural, Arqueologia, Historia e outras ciências sociais. Gestão e Programação do Património Cultural. Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo deste blog sem o prévio consentimento do webmaster.

A minha fotografia
Nome:

António Tavares. Arqueólogo e Gestor do Património Cultural. Actividade liberal, Arqueoheje e Município de Mangualde.


Arquivo
Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Fevereiro 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Março 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Junho 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Setembro 2009 / Outubro 2009 / Dezembro 2009 / Janeiro 2010 / Abril 2010 / Junho 2010 / Setembro 2010 / Novembro 2010 / Janeiro 2011 / Fevereiro 2011 / Março 2011 / Abril 2011 / Maio 2011 / Junho 2011 / Julho 2011 / Agosto 2011 / Setembro 2011 / Outubro 2011 / Novembro 2011 / Dezembro 2011 / Janeiro 2012 / Abril 2012 / Fevereiro 2013 / Junho 2013 / Abril 2016 /




Site Meter

  • Trio Só Falta a Mãe
  • Memórias de Histórias
  • arte-aberta
  • Rede de Artistas do Arte-Aberta
  • Museu Nacional de Arqueologia
  • Abrunhosa do Mato
  • CRDA
  • Instituto Arqueologia
  • Terreiro
  • O Observatório
  • Domusofia
  • O Mocho
  • ACAB
  • O Grande Livro das Cabras
  • Teoria da conspiração e o dia dia do cidadão
  • O meu cantinho
  • Escola da Abrunhosa
  • O Fornense
  • Um Blog sobre Algodres
  • d'Algodres:história,património e não só!
  • Roda de Pedra
  • Por terras do Rei Wamba
  • Pensar Mangualde
  • BlueShell
  • Olhando da Ribeira
  • Arca da Velha
  • Aqui d'algodres
  • n-assuntos
  • Universidade Sénior Mangualde
  • Rotary Club de Mangualde
  • galeriaaberta
  • Francisco Urbano
  • LONGROIVA
  • Kazuzabar