NEOARQUEO
06 janeiro 2011
  Colar de ouro...maciço...

Esta peça magnífica é da ourivesaria da Idade do Bronze Final. Data de cerca do ano 1000 a 700 a.C.
Trata-se de um colar, que pertence à colecção do Tesouro da Herdade do Álamo, Moura, Beja e encontra-se guardado no Museu nacional de Arqueologia e Etnologia, em Lisboa.
Apresenta decoração incisa, geométrica, Colar laminar de perfil troncocónico, dividido verticalmente em duas partes articuladas por fecho. A parte frontal, maior, adelgaça do centro para as extremidades, rematadas por haste de secção circular revirada em gancho. A parte posterior tem forma sub-rectangular e é perfurada nas extremidades. Decoração incisa e puncionada é constituída por um padrão de losangos e triângulos, alternadamente preenchidos por reticulado. O fecho é decorado por círculos feitos a punção que compõem uma figura antropomórfica deitada, a qual é ladeada por triângulos dispostos em cruz.
O diâmetro é de 14,2 cm, largura 2,7 cm e espessura de 1,2 cm. O Pseo desta peça é de 208 gr.
Lindo, hem!...

PS Este Post foi transferido para data posterior por questões técnicas.


 
<$Comentários$>:
Belissíma! É o que se pode dizer!
 
E depois nos e que somos os civilizados, quando um povo tao antigo faz uma peca destas, so prova o quanto avancados estavam!

Bem haja por-no-la dar a conhecer.

Um abraco amigo do d'Algodres.
 
Não percebo nada de arqueologia e coisas assim, o que, todavia, não me impede de dizer: "linda peça".

Mas a minha vinda aqui tinha outro objectivo:
O de dizer que sabe sempre bem ler uma opinião inteligente, desapaixonada e descomprometida.

Pronto! Já disse.
 
Liiiiiiiinda e valiosa...livra!


Bom domingo ;-)
 
não me importava de ter uma coleira destas para o mim cão

muito bonito
 
SpOOOOOOOORtinG!!!!!!!!!!!!!!!



:-D





A SULISTA
 
Que linda peça.
Deve ter custado o pescoço a muita gente. E esta, esta bracelete e este outro colar também.
É caso para dizer que são da idade do ouro.

Um abraço
 
SPORTING!
 
Qual lindo pescoço, que viu pousar esta riqueza!
 
Ñão tenho deixado a minha marca escrita... pois não, mas passo por aqui regularmente!

...e também gostei da tal opinião.
 
Pode comprar-se no Pereirinha ou no sonho de Ouro?
Com um colar desses não havia cão que conseguisse morder o pesscoço - nem vampiro.

Um abraço
 
Longo em colares de Ouro... :-)
 
Sem stop de entrada em colares de ouro...
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial
Espaço para reflexões sobre Património Cultural, Arqueologia, Historia e outras ciências sociais. Gestão e Programação do Património Cultural. Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo deste blog sem o prévio consentimento do webmaster.

A minha fotografia
Nome:

António Tavares. Arqueólogo e Gestor do Património Cultural. Actividade liberal, Arqueoheje e Município de Mangualde.


Arquivo
Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Fevereiro 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Março 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Junho 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Setembro 2009 / Outubro 2009 / Dezembro 2009 / Janeiro 2010 / Abril 2010 / Junho 2010 / Setembro 2010 / Novembro 2010 / Janeiro 2011 / Fevereiro 2011 / Março 2011 / Abril 2011 / Maio 2011 / Junho 2011 / Julho 2011 / Agosto 2011 / Setembro 2011 / Outubro 2011 / Novembro 2011 / Dezembro 2011 / Janeiro 2012 / Abril 2012 / Fevereiro 2013 / Junho 2013 / Abril 2016 /




Site Meter

  • Trio Só Falta a Mãe
  • Memórias de Histórias
  • arte-aberta
  • Rede de Artistas do Arte-Aberta
  • Museu Nacional de Arqueologia
  • Abrunhosa do Mato
  • CRDA
  • Instituto Arqueologia
  • Terreiro
  • O Observatório
  • Domusofia
  • O Mocho
  • ACAB
  • O Grande Livro das Cabras
  • Teoria da conspiração e o dia dia do cidadão
  • O meu cantinho
  • Escola da Abrunhosa
  • O Fornense
  • Um Blog sobre Algodres
  • d'Algodres:história,património e não só!
  • Roda de Pedra
  • Por terras do Rei Wamba
  • Pensar Mangualde
  • BlueShell
  • Olhando da Ribeira
  • Arca da Velha
  • Aqui d'algodres
  • n-assuntos
  • Universidade Sénior Mangualde
  • Rotary Club de Mangualde
  • galeriaaberta
  • Francisco Urbano
  • LONGROIVA
  • Kazuzabar