NEOARQUEO
05 junho 2007
  Carvalha Gorda – Mais um Monumento na Base de Dados Nacional do IPA. CNS 24709
Foi também a 26 de Junho de 2006 que, a par das duas estelas funerárias, enviei ao IPA (Instituto Português de Arqueologia), Extensão de Viseu, um processo idêntico sobre a sepultura escavada na rocha da mesma aldeia: Abrunhosa do Mato.
Também este monumento se encontra já na categoria de monumento arqueológico, devidamente identificado e classificado pela entidade referida. À sepultura coube o número CNS 24709.
A minha alegria é enorme. Por várias razões:
1ª - Foi no longínquo ano de 1985, altura em que co-realizei o Levantamento Arqueológico do Concelho de Mangualde, que descobri esta sepultura.
2ª – Fiz a sua divulgação num trabalho académico apresentado à Universidade de Coimbra.
3ª _ Publiquei o túmulo no meu primeiro livro sobre sepulturas, bem como na 2ª edição.
4ª – Vai ser novamente alvo de estudo numa publicação que estou a finalizar para publicação, em breve.
5ª – A sepultura de Carvalha Gorda, bem como outras da Freguesia de Cunha Baixa, faziam parte de um projecto de Limpeza e Requalificação dos monumentos da Freguesia, submetido por mim à Junta de Freguesia citada. Quanto a esta razão não posso saltar de alegria, pois não foi concretizada por falta de interesse da Junta.
Na realidade, em Abrunhosa do Mato não abundam os monumentos históricos, assim, e de uma assentada estão lá 2…
Mais notícias darei acerca deste monumento e de outros desta aldeia. É que como me disse um amigo meu: quem vir o teu blog e ler o Notícias da Beira há-de julgar que esta aldeia é um Museu Vivo. Eu respondi, não é, mas podia ser…
 
<$Comentários$>:
Sim Tavares, "não é mas poderia ser"
Quantos locais do nosso concelho, poderiam "gozar" desse estatuto de museus vivos.
Mas os politiqueiros da nossa praça autárquica, são tão paupérrimos de valores culturais, que não conseguem "abarcar" a imensidão do nosso vasto património. Vamos dando graças a Deus pela mercê que nos dá de ainda haver uns quantos Tavares por ai.
Bem-haja A. Tavares, pela oportunidade de nos dar a conhecer e defender a herança de todos nós,
Cumprimentos João Ferreira.
 
Os meus sinceros parabens, como ve os seus esforcos foram recompensados.
Tambem gostei do ultimo post do amigo Pina Nobrega que por sinal faz referencia ao amigo Tavares e a um seu artigo!
Espero poder congratula-lo pessoalmente breve.
 
Amigo
Tu já fizeste a tua parte.
Agora a JF aí da tua terra, terá que olhar mais com atenção para esse monumento.
Pena que sejam tão insensíveis e não percebam nada disso.
Espero que a tua proposta e disposição para ajudar a tua freguesia ainda se mantenha de pé. Segundo li no Noticias da Beira, propuseste a essa junta de freguesia recuperar esse espaço. Já deram resposta? Já limparam o espaço? Ou a proposta “morreu” no arquivo do esquecimento?

Abraços
 
TSFM, além de ler que não podes saltar de alegria, pela falta de interesse da Junta de Freguesia em recuperar esse espaço/monumento. As perguntas foram propositadas!
Já ouve resposta ao teu ofício?
Já ouve resposta a tua pretensão?
Já ouve resposta escrita?
(Ou escrevem a dizer sim ou dizer não, mas deveriam escrever. É assim que as coisas funcionam. Pelo menos as pessoas competentes funcionam assim)

Abraços
 
Terreiro, quanto às qustões que colocas a resposta é não. Isto é, não me foi dada qualquer resposta por ofício, e a minha proposta, como séria que é foi devidamente apresentada em papel e enviada p'or carta. Fui uma vez abordado na rua pelo Senhor Presidente e outra vez pelo Senhor Tesoureiro na companhia do Senhor Presidente. Porém, e em abono da verdade eu fui abordado quando ía a passar e parei o carro para os cumprimentar, foi aí que me disseram que relativamente ao assunto das sepulturas tinhamos então que ver isso. Os elementos aqui referidos ainda devem estar a ver isso, pois até agora nada.
 
Caro António,
Mais uma vez, muitos parabéns pelo trabalho que vem desenvolvendo, mesmo "remando contra a maré".
Aguardo com expectativa a publicação que se avizinha.
Um grande abraço,
 
Pois, realmente devo felicitá-lo por não perder a motivação de continuar a pesquisar no nosso concelho,porque muitos outros já desistiram de trabalhar pelos bens culturais, arqueológicos e outros,de Mangualde e concelho, dada a esterilidade mental e cultural de quem ocupa os cargos-chave a quem caberia e deveria proteger tantos documentos vivos que estão entregues ao mato e às ervas!! É de pasmar!!!
 
Pois é, quando o assunto não interessa, dizem-nos: "Temos de ver isso!"
É sempre assim, por isso é de louvar quem ainda vai trabalhando com empenho para dar a conhecer as maravilhas que por aí estão perdidas (e não é só no nosso concelho, desenganem-se).
Bom trabalho. Se for necessário ajuda para trabalhos de campo... ofereço-me.
 
Obrigado, cmatos.
 
Estas Juntas de Freguesia!?
Vá lá, um bocadinho de mais empenho nas coisas que sejam mais que as serventias, os cemitérios, as certidões, as delegações de competências para arranjar as Escolas e as Estradas!...
Vamos a isso? Nem só de pão vive o Homem.
 
Amigo TSFM

Fico contente por saber que o teu trabalho já deu frutos.
Sendo monumentos referenciados, só falta que a Autarquia invista alguns €€€ no espaço envolvente dos monumentos, respectiva sinalização e divulgação.
Como o orçamento para uma intervenção deste tipo não é assim tão grande, depois de resolver outros projectos que acha prioritários, pode ser que a JF consiga verbas e dê luz verde a esses trabalhos.
Com a tua vontade em colaborar e persistência acho que a proposta não ficará esquecida. Espero...

Bom trabalho
Parabéns.
 
Gostaria de dar os parabéns ao autor do blog, enquanto profissional da arqueologia, principalmente como funcionário de uma autarquia!
1º Pela dedicação que demonstra pela profissão, nem sempre demonstrada por alguns "acomodados" ao funcionalismo público.
2º Pelo trabalho que demonstra em prol do património do concelho, e por partilhar este trabalho, que no fundo só tem valor se for partilhado e levado a cabo a todos nós cidadãos.
3º Por ter este espaço que é um alento para nós profissionais de arqueologia, cujo panorama em Portugal é cada vez mais negro!

pedrinha rolante
 
Parabéns por mais esta iniciativa. A Abrunhosa fica valorizada, não tanto porque passou a ter mais um monumento classificado mas, sobretudo, porque mais um entre os seus dá mostras de grande valia.
Um abraço.

Jorge
 
Jorge, agradeço o gentil elogio. A Aldeia que nos viu crescer tem que reaparecer no mapa.
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial
Espaço para reflexões sobre Património Cultural, Arqueologia, Historia e outras ciências sociais. Gestão e Programação do Património Cultural. Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo deste blog sem o prévio consentimento do webmaster.

A minha fotografia
Nome:

António Tavares. Arqueólogo e Gestor do Património Cultural. Actividade liberal, Arqueoheje e Município de Mangualde.


Arquivo
Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Fevereiro 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Março 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Junho 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Setembro 2009 / Outubro 2009 / Dezembro 2009 / Janeiro 2010 / Abril 2010 / Junho 2010 / Setembro 2010 / Novembro 2010 / Janeiro 2011 / Fevereiro 2011 / Março 2011 / Abril 2011 / Maio 2011 / Junho 2011 / Julho 2011 / Agosto 2011 / Setembro 2011 / Outubro 2011 / Novembro 2011 / Dezembro 2011 / Janeiro 2012 / Abril 2012 / Fevereiro 2013 / Junho 2013 / Abril 2016 /




Site Meter

  • Trio Só Falta a Mãe
  • Memórias de Histórias
  • arte-aberta
  • Rede de Artistas do Arte-Aberta
  • Museu Nacional de Arqueologia
  • Abrunhosa do Mato
  • CRDA
  • Instituto Arqueologia
  • Terreiro
  • O Observatório
  • Domusofia
  • O Mocho
  • ACAB
  • O Grande Livro das Cabras
  • Teoria da conspiração e o dia dia do cidadão
  • O meu cantinho
  • Escola da Abrunhosa
  • O Fornense
  • Um Blog sobre Algodres
  • d'Algodres:história,património e não só!
  • Roda de Pedra
  • Por terras do Rei Wamba
  • Pensar Mangualde
  • BlueShell
  • Olhando da Ribeira
  • Arca da Velha
  • Aqui d'algodres
  • n-assuntos
  • Universidade Sénior Mangualde
  • Rotary Club de Mangualde
  • galeriaaberta
  • Francisco Urbano
  • LONGROIVA
  • Kazuzabar