NEOARQUEO
19 janeiro 2011
  1981

1981 não é uma data muito antiga, no entanto já passaram 27 anos...este meu grande amigo na altura tinha o cabelo côr de cenoura, já não tem...sabia fazer o acorde de dó na guitarra, não sei se ainda sabe e recentemente subiu por uma escada bem alta à varanda do meu quarto para abrir a porta que se tinha estragado. Na verdadeira Odisseia eu segui-o. Não, graças a Deus não caimos; a segurar a escada estavam dois Furrieis, quem colocou uma pedra debaixo de uma das patas da escada para a equilibrar também foi um notável militar e quem, amiúde nos avisava para, enquanto subiamos, não olhássemos para baixo foi, zelando assim pela nossa segurança, foi também um valente tropa.
Bem, na realidade o único que não prestou serviço militar na defesa da Pátria fui mesmo eu...Não por qualquer motivo especial, apenas tinha terminado a Faculdade e já estava casado e o contingente dos nascidos em 1964 devia ser suficiente...Aliás, a este propósito deve fazer notar o número incontável de vezes que fui ao Quartel General de Viseu, na Rua Direita, para prestar uma série de declarações para poder ter o estatuto de "passado à Reserva Territorial". Sempre que lá ía era sagrada a pergunta que me faziam: em que ano nasceu?
O bravo Capitão da foto é o Professor António Joaquim Gonçalves...Quanto aos outros bravos do pelotão a seu tempo irei publicando-os, à guiza de homenagem e com algumas histórias pelo meio. Afinal de contas este pelotão e outros "soldados" que neste dia de "assalto" ao meu quarto, enquanto se preparavam uns belos tordos com uns cogumelos cujo nome é esquisito como o diacho, não estiveram presentes, são todos uma espécie de "amigos de Alex"; contrariamente ao filme, felizmente estamos todos vivos e a chegar à conclusão que gostamos de estar todos juntos, como nos bons velhos tempos.
Ainda bem que esta geração não tem fantasmas para exorcizar...
Um abraço aos meus amigos, dos tordos e aos que não puderam estar presentes...

PS Este Post foi transferido para data posterior por questões técnicas.


 
<$Comentários$>:
António, já não melembrava dessa fotografia.Mas é bom quando nós, todos juntos, podemos recordar os velhos tempos.O jantar foi também isso. Gostei. Faz bem à alma e à mente.
Um abraço.
Ant.Joaq.
 
que cheiro a naftalina!
 
Recordar é viver!

Por essa altura eu também já comia tordos mas ainda não era com voçês.

Contudo ainda me lembro muito bem do rapaz com cabelo côr de cenoura que está na foto... Nessa altura apanahava mais sol... Agora a vida é outra e o sol está mais perigoso!.

Compadre um grande abraço para ti, para o rapaz que está na foto e para os "amigos de Alex".

Zé Marques
 
Olha uma foto do António Joaquim!!!

O nosso GRANDE AMIGO António Joaquim sempre foi um destemido trepador. Era sempre o voluntário aventureiro que subia aos altos pinheiros mansos para apanhar pinhas.
...
António Tavares, acho que em Viseu não há quartel-general.
Realmente fostes o único felizardo que se escapou de cumprir o SMO, que na altura era de 16 meses a arranhar. Dos nascidos no ano a seguir eu fui o único que foi à tropa.

Amigo António Tavares, infelizmente não pude ir convosco aos tordos - foi com muita pena. Prometo não faltar a próxima (quando forem as perdizes).

Um abraço aos meus amigos
 
As perdizes já estão prometidas e é no mesmo sítio: em minha casa e livres que nem tordos...
 
Compadre:

Ó pásss olha que os cogumelos esquesitos são as repolgas.
As alheiras também, não estvam más!!!!

As perdizes são inevitáveis, desconfio é que quem as prometeu tem de ir ao Continente, pois de outra maneira não se safa.

Eu diria que este "pelotão" se pode chamar "Born to Kill". É claro to "kill" no prato, passaros, passarinhos e perdizes.

Abç

Vitor
 
Ó páss, anda toda a maralha pronta a "borne to kill", mas é preciso dar ao dedo (depenar), e receber "insstroção". Só depois de uma GAM é que se está pronto!!
Atenção aos galifões!!!

Abç,

Zé-Tó
 
Hummm.... Tantos tordos e agora perdizes!?

Zé-Tó, confessa lá a maralha do "borne to yeat" que já fez GAM's com quatro G3 às costas. Onde é que arranjastes os tordos congelados?

:-)

Um Abraço
 
Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial
Espaço para reflexões sobre Património Cultural, Arqueologia, Historia e outras ciências sociais. Gestão e Programação do Património Cultural. Não é permitida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo deste blog sem o prévio consentimento do webmaster.

A minha fotografia
Nome:

António Tavares. Arqueólogo e Gestor do Património Cultural. Actividade liberal, Arqueoheje e Município de Mangualde.


Arquivo
Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Fevereiro 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Março 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Junho 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Setembro 2009 / Outubro 2009 / Dezembro 2009 / Janeiro 2010 / Abril 2010 / Junho 2010 / Setembro 2010 / Novembro 2010 / Janeiro 2011 / Fevereiro 2011 / Março 2011 / Abril 2011 / Maio 2011 / Junho 2011 / Julho 2011 / Agosto 2011 / Setembro 2011 / Outubro 2011 / Novembro 2011 / Dezembro 2011 / Janeiro 2012 / Abril 2012 / Fevereiro 2013 / Junho 2013 / Abril 2016 /




Site Meter

  • Trio Só Falta a Mãe
  • Memórias de Histórias
  • arte-aberta
  • Rede de Artistas do Arte-Aberta
  • Museu Nacional de Arqueologia
  • Abrunhosa do Mato
  • CRDA
  • Instituto Arqueologia
  • Terreiro
  • O Observatório
  • Domusofia
  • O Mocho
  • ACAB
  • O Grande Livro das Cabras
  • Teoria da conspiração e o dia dia do cidadão
  • O meu cantinho
  • Escola da Abrunhosa
  • O Fornense
  • Um Blog sobre Algodres
  • d'Algodres:história,património e não só!
  • Roda de Pedra
  • Por terras do Rei Wamba
  • Pensar Mangualde
  • BlueShell
  • Olhando da Ribeira
  • Arca da Velha
  • Aqui d'algodres
  • n-assuntos
  • Universidade Sénior Mangualde
  • Rotary Club de Mangualde
  • galeriaaberta
  • Francisco Urbano
  • LONGROIVA
  • Kazuzabar